LocalSlider

O pulmão verde do “Trilho da Floresta”

Uma excelente opção para o verão é um passeio pelo Trilho da Floresta, no interior do Pinhal de Ovar, nos seus sete quilómetros que constituem uma pequena rota circular. Com início junto à Casa do Guarda Florestal (Clube de Caça e Pesca de Ovar) e seguindo pelo interior do Perímetro Florestal das Dunas de Ovar, este percurso pedestre oferece aos seus visitantes a paisagem típica de uma mata atlântica.

Localizado no perímetro florestal das dunas de Ovar, o trilho é fruto de um trabalho iniciado em 1919 pelo Dr. Pedro Chaves, presidente da Câmara na altura, e é considerado o pulmão do concelho.

Os vários trilhos na floresta, que ao longo de décadas foram ganhando forma com o aumento da procura de espaços para o “Jogging”, foram a base para a criação do percurso inaugurado em 2007, com o nome “Trilho da Floresta PR1 Ovar”, fruto de uma parceria entre a Câmara Municipal de Ovar, Atletas de Fim de Semana – AFIS e Amigos do Cáster.

Por se projectar dentro do pinhal, este percurso não possui outros pontos de interesse associados, nem qualquer vestígio de património local. Apesar deste trilho poder ser realizado ao longo de todo o ano, na altura do Verão e devido ao alto risco de incêndio, o seu acesso pode ser interdito.

A origem do pinhal plantado no litoral vareiro remonta ao período medieval, impelida pela necessidade de suster as areias, que, impelidas pelo mar e pelo vento, avançavam sobre as terras de cultivo no concelho de Ovar.

“Tal terá levado, a partir da primeira década do século XVIII a iniciarem-se os esforços para cercar Ovar, a norte e a poente, por uma grande mancha de pinhal. Um empreendimento que ganhou verdadeira forma no início de 1919, em que trabalharam muitos homens e mulheres a abrirem covas para plantação de pinheiros, que deram origem ao actual perímetro florestal de Ovar, como um maciço de pinhal devidamente cortado por aceiros e arrifes para garantirem segurança no combate a fogos florestais”, como explica José Lopes, num trabalho recentemente publicado na imprensa local.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta