Sexta-feira , 24 Novembro 2017
Ler também:
Ovar, Aveiro e Águeda lideram sinistralidade na região (DA)

Ovar, Aveiro e Águeda lideram sinistralidade na região (DA)

Dos 11 concelhos que integram a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), Ovar, Aveiro e Águeda lideram a sinistralidade rodoviária.

Os dados reportam-se a 2015, e foram revelados anteontem, em Oliveira do Bairro.

O presidente da CIRA, Ribau Esteves, explicou que a elaboração dos Planos Municipais de Segurança Rodoviária para a Região de Aveiro revelou as tendências de sinistralidade, com o objectivo de balizar os próximos passos no campo da segurança rodoviária, ajustando ou implementando medidas, numa ótica preventiva e de partilha de boas práticas.

O tratamento da informação georreferenciada dos sinistros de cada município permitiu identificar quatro pontos negros (pontos de concentração de acidentes) na infraestrutura rodoviária do território da CIRA e espacializar o conceito de ponto negro para o designado como “eixo de elevada sinistralidade”, que deve ser alvo de considerações mais cuidadas e específicas devido à concentração de sinistros face à realidade municipal e regional.

A estratégia agora definida para a mitigação dos acidentes rodoviários na Região de Aveiro está alinhada com as orientações europeias e nacionais e com a aposta na educação e formação, espelhando também a articulação intermunicipal dos técnicos dos 11 Municípios. (Ler artigo completo in Diário de Aveiro)

Deixe uma resposta