LocalSlider

Quatro quilos de meixão apreendidos em Salreu

[themoneytizer id=”16574-1″]

A Unidade de Controlo Costeiro, com o apoio do Núcleo de Protecção Ambiental de Ovar, da GNR, apreendeu, em Estarreja, quatro quilos de meixão (enguia-bebé), que poderiam atingir mais de 30 mil euros nos países europeus e asiáticos.

Segundo um comunicado da GNR, o meixão foi apreendido durante uma ação de fiscalização à captura ilegal desta espécie protegida, que decorreu na localidade de Salreu, Estarreja.

O meixão encontrava-se no interior de uma viatura que foi abordada num dos acessos à ria de Aveiro, tendo sido identificados os ocupantes do veículo, três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 20 e os 57 anos, informou aquela força de segurança.

Segundo a GNR, foram apreendidos quatro quilos de meixão, correspondendo a mais de dois mil espécimes, que têm um valor estimado de dois mil euros no mercado nacional, podendo, no mercado final (países europeus e asiáticos), atingir o valor de mais de 30 mil euros.

“A enguia europeia (anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução no número de efetivos em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie”, refere a mesma nota.

Durante esta ação, foi ainda apreendido o material utilizado na captura desta espécie, nomeadamente “três rapetas, botas de borracha, quatro lanternas, quatro peneiros, uma navalha e um fato impermeável”.

O meixão apreendido, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta