SaúdeSlider

“Que ninguém pense nisso” – Salvador Malheiro

Várias autarquias vieram hoje a público denunciar que o Ministério da Saúde (MS) proibiu os delegados de saúde pública de divulgar o boletim epidemiológico para a covid-19, evitando desta forma que Câmaras, através dos gabinetes de protecção civil, divulguem informação.

O ordem do MS é que os delegados de saúde pública devem restringir-se aos dados disponibilizados pela Direcção-Geral da Saúde (DGS).

Várias edilidades tornaram público manifestações de desagrado pela proibição, como casos das Câmaras de Espinho, Boticas, Valpaços, Montalegre e Chaves.

Em Ovar, Salvador foi contundente como se esperava:
“Que ninguém pense nisso. Era só o que faltava”, escreveu, ao seu estilo, nas redes sociais.

Para além de consderar que esses dados são “imprescidiveis para o nosso trabalho diário, esses dados são nossos e tendo sido eu eleito pelo povo do Município de Ovar tenho o dever de informar e dizer a verdade a quem tanto esforço está a fazer: O povo”.

Assim, garante que vai continuar a “fazer o que sempre fizemos. Da mesma forma, divulgando publicamente a verdade a população”. e promete: “Caso contrário, saberemos exigir responsabilidades pelo que de futuro aconteça”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta