DesportoFutebol

Rúben Neves doa 2 ventiladores ao Hospital da Feira

O futebolista da selecção nacional de futebol, Rúben Neves, natural de Santa Maria da Feira e actualmente a jogar no Wolverhampton, clube da Premier League, em Inglaterra, doou dois ventiladores ao Hospital de S. Sebastião.

Este gesto benemérito do jovem atleta simboliza a sua preocupação com o actual surto da infecção Covid-19 e pretende contribuir para que o hospital da sua terra natal, Santa Maria da Feira, reforce a sua capacidade para fazer face às necessidades de apoio aos doentes afectados pela doença e que precisarão de suporte ventilatório.

Os equipamentos em causa, no valor de cerca de 33 mil euros, deverão ser entregues nos próximos dias, sendo imediatamente afectos à expansão das áreas de cuidados intensivos que a unidade hospitalar tem aberto para fazer face ao elevado número de doentes que tem sido necessário tratar.

Rúben Neves considerou que “este é um momento de emergência de saúde pública ao qual ninguém pode ficar indiferente”, acrescentando que “todos somos poucos para ajudar nesta batalha”. “É um orgulho, e diria até um dever, ajudar a região de onde sou natural, e onde tenho familiares e amigos. Estou seguro que, com a colaboração de todos, iremos sair vencedores”, reforçou.

Miguel Paiva, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, agradece o apoio. “Os ventiladores irão ajudar-nos muito, permitindo que consigamos tratar mais doentes que precisam de apoio de ventilação mecânica”, referiu o administrador.

Para além de reconhecer que este tipo de gestos demonstram o carinho que a sociedade tem demonstrado para com os profissionais de saúde, Miguel Paiva realça que esta foi uma atitude espontânea do atleta, que contactou directamente o hospital questionando qual a melhor forma de ajudar. “Estas atitudes, que felizmente se têm muitiplicado, dão-nos muita força e incentivam-nos a todos a dar o nosso melhor pela população desta região”, referiu, terminando com um forte “Bem-haja ao Ruben Neves, mas a muitos outros, desde empresas, associações, autarquias locais e pessoas individuais que têm criado uma vaga de apoio incrível”.

A região de influência do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) tem sido uma das regiões mais afectada pelo novo Coronavirus, com 154 (Santa Maria da Feira), 71 (Oliveira de Azeméis), 32 (São João da Madeira) e 277 (Ovar) casos confirmados, colocando as unidades de saúde do CHEDV sob um imenso esforço.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta