CulturaSlider

São Paio com acentuado arrefecimento noctuno

 

A Romaria de São Paio da Torreira é uma das mais procuradas e ancestrais romarias da terra marinhoa e continua a ser ponto de convergência de milhares de pessoas, vindas um pouco de todo o país até à Murtosa.

Os festejos decorrem de 7 a 9 de Setembro e para lá da vertente religiosa que está na génese de tudo, a romaria tem uma forte componente pagã, da qual se destaca igualmente a programação musical promovida pelos bares de praia.

Os três bares vêm dinamizando um verdadeiro festival de música que este ano volta a conhecer novidades. Já estiveram os três no “mesmo barco” e separaram-se, com o Maribar a apresentar um cartaz com nomes sonantes da música e entradas pagas num espaço fechado no areal.

Mas tudo mudou. Johnny Carrabau, da Musicbox, que organizava o evento em parceria com o Marinar, adiantou ao Ovarnews que, este ano, a festa do Maribar não descerá ao areal. Ou seja, “o Maribar entendeu que o resultado alcançado com o modelo dos últimos anos não compensava face ao investimento”. Enquanto parceiro, Johnny Carrabau respeita a decisão, mas estava disposto a continuar com o programa habitual, pois defende que “festa tem outro potencial”.

Quem também vai deixar de trabalhar na areia neste São Paio é o Sardina Café. Rui Mendonça diz que, este ano, vão “trabalhar mais junto ao passeio marítimo”, justificando com “o conforto e a limpeza que não são fáceis no areal”. O responsável está convicto de que as “pessoas não procuram tanto a areia” e este ano vai centrar a sua programação apenas em DJ’s nas noites fortes da festa.

Perante o recuo da concorrência, quem se vai manter fiel ao figurino da festa na areia é o Café da Praia, que já anunciou os primeiros nomes que vão animar o “seu” areal, de 4 a 9 de Setembro, com acesso gratuito – Toy e The Fucking Bastards.

“É assim há mais de 20 anos, pelo que a festa de sempre é assim que vai continuar”, justifica a gerência do espaço, sublinhando a gratuitidade do acesso.

O vereador da Câmara Municipal da Murtosa, Januário Cunha, não se pronuncia quanto à programação dos bares de praia. “O tecido económico aproveita, e bem, o fluxo de pessoas e essa animação na praia vai continuar a existir e será sempre complementar à animação tradicional”, explicou. O autarca recorda que “esta festa junta largos milhares de pessoas e, este movimento da iniciativa privada, acaba por dar esse aspecto de modernidade a uma romaria ancestral”, frisando que não deve ser esquecida que “esta é uma romaria ancestral cuja origem se perde nos tempos.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta