LocalSlider

760 107 034: Número doce tão fofinho

O Pão-de-Ló é o mais afamado doce regional ovarense, confeccionado à base de gemas de ovos, açúcar e um pouco de farinha de trigo. Apresenta-se sob o formato de uma broa coberta por uma saborosíssima côdea acastanhada.

Esta guloseima é extraordinariamente fofa, com um delicioso odor que impregna de imediato as glândulas gustativas e apresenta-se com um invólucro de papel branco de linho, por vezes ligeiramente crestado pela temperatura do forno.

O Pão-de-Ló de Ovar deve ter sido parturejado em algum convento das imediações e daí transportado para cá por alguma religiosa, filha de gente vareira, onde tomou o formato actual, com a sua aperfeiçoada confecção e sabor dulcíssimo, que caracteriza esta iguaria de comer e chorar por mais.

O Pão-de-Ló aparece referenciado já em 1700, com oferta aos preclaros antístites que visitavam a então Vila de Ovar, para sermonearem as suas prédicas que faziam rebentar suspiros e lágrimas entre o elemento feminino por ocasião da Quaresma e Semana Santa.

Nesta quadra penitencial, representava-se o auto do descimento do Cristo Senhor da cruz por uma trintena de figurantes, vindos expressamente do Porto. No termo das solenidades, a Irmandade presenteava os oradores sacros e figurantes com um arrátel de Pão-de-Ló.

Hoje, a iguaria é “só” um dos 140 finalistas oriundos de todo o país, candidatos às “7 Maravilhas Doces” de Portugal. O Pão-de-Ló de Ovar já ultrapassou várias fases, num total de quase mil doces, e a Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar (CGCO) está muito confiante de que vai mesmo até ao fim.

No entanto, Dilma Pinho, dirigente da CGCO, alertou, hoje, em conferência de imprensa que “não basta dizer que o nosso Pão-de-Ló é muito bom, agora é importante votar”.

A partir de agora, o resultado depende apenas do público que terá de votar através do número 760 107 034 e ganha o doce que tiver o maior número de votos”.

A Câmara Municipal de Ovar, garantiu o presidente Salvador Malheiro, “está fortemente empenhada nesta candidatura, porque é muito importante este reconhecimento para o Pão-de-Ló de Ovar”. “Os vareiros revêem-se neste produto e vamos dar tudo para que esta seja uma candidatura vencedora, mas para isso, todos precisam votar”. Também o presidente da União das Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira, Bruno Oliveira, deu os parabéns a todos os produtores do doce que “têm um feito um excelente trabalho na promoção do produto que nunca falta na mesa dos portugueses em diversas ocasiões festivas durante o ano”.

Gabriela Relvas, apresentadora e actriz, é a Madrinha da candidatura do Pão-de-Ló de Ovar às “7 Maravilhas Doces de Portugal”. Hoje garantiu que “é um privilégio poder estar aqui e ser a madrinha do Pão-de-Ló de Ovar”, um doce que faz “nascer água na boca”.

José Sousa, presidente da Associação de Produtores de Pão-de-Ló de Ovar está ao lado desta candidatura porque “a CGCO tem feito um excelente trabalho na promoção do nosso produto que é de excelência”.

O CONCURSO

Os 140 doces da lista final vão ser votados pelo público em 20 programas de daytime, a emitir em directo pela RTP, nos meses de julho e agosto. De cada programa na RTP sai um pré-finalista que passa às semifinais.

Uma novidade desta edição é a existência de um Grande Júri, órgão de deliberação constituído por 7 figuras do espaço mediático, que será responsável pela da repescagem de 8 candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas apurados pelo público, resultando numa lista de 28 pré-finalistas.

Os 28 pré-finalistas são divididos por sorteio pelas duas semifinais, nos dias 24 e 31 de agosto, dois programas em directo na RTP1, transmitidos em horário nobre.

Em cada semifinal são apurados os 7 doces, aqueles que tenham mais votos contabilizados. Nesta fase os 7 elementos do Grande Júri assumem grande preponderância, comentando e provando os Doces.

A Gala Finalíssima decorre a 7 de setembro de 2019 e será transmitida pela RTP1, em horário nobre. Dos 14 finalistas apurados vão ser eleitos 7 doces pelos portugueses como 7 Maravilhas de Portugal.

Naturalmente com o nosso Pão de Ló de Ovar…

Publicado por Salvador Malheiro em Terça-feira, 2 de julho de 2019

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo