Publicidade
Life&TekPrimeira Vista

A pele do vilão fica-te tão bem, Sérgio Praia

Sérgio Praia é um dos nomes da nova geração da série “Morangos com Açúcar”, grande aposta da TVI para a nova temporada e que já tem trailer de promoção.

O ator vareiro, nascido no Furadouro, é o vilão da série. Como têm sido vários os papéis do género que tem interpretado nas telenovelas, porque é que ele acha que isso acontece? “Porque eu faço bem os vilões”.

E porque também acho que as pessoas, às vezes, te fecham numa certa gaveta e, como tu fizeste já alguns e que até resultaram, é mais fácil. Mas eu não culpo ninguém, é normal. As pessoas têm milhentas coisas para pensar, mas, às vezes, há a possibilidade de tu dizeres assim: ‘Olha, eu adoro este papel, mas vê lá se não há uma outra coisa até um bocadinho mais pequena, ou, sei lá, um rapaz que ande de sandálias num sítio qualquer e que não tenha de estar com aquela carga toda e que não tenha de me consumir’. Porque eu também me entrego”, explicou Sérgio Praia.

publicidade

“Assim que corta, deixo, mas eu gosto muito dos vilões porque é os que a mim me dá mais alegria em fazer, é mais giro. É sair de mim e, depois, eu posso dizer coisas a pessoas que, normalmente, não digo na minha vida ou dar-lhes um tiro – embora às vezes apeteça, entre aspas , ou mandá-las para ali ou para acolá”, continuou.

Sobre as pessoas que o abordam na rua como se fosse o vilão de certa telenovela, Sérgio Praia disse que leva como um elogio: “Até acho graça perceber o que é que a pessoa acha, porque, muitas vezes, fazemos a novela e já estamos quase a acabar e ainda não temos o feedback”.

“Acho muito giro tu veres alguém a querer dar-te assim um safanão ‘você é muito mau’… Mas eu gosto, depois, de ver a maneira como as pessoas reagem, ver como é que ela mexe a dizer aquilo e há pessoas muito ternurentas. Eu acho que, no fundo, elas não me querem tratar mal. No fundo, elas só querem estar ali a falar um bocadinho da novela e sabem bem que eu não sou a personagem, mas estou ali, é o ator que faz aquilo e elas querem viver como se estivessem ali com o ecrãzinho. E é a grande companhia delas”, comentou Sérgio Praia.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo