Opinião

Abril sempre! Quer queiram, quer não queiram! – Por Pedro Nuno

Estamos a dez dias de comemorar cinquenta anos da Revolução. Uma data com especial relevância para os que dizem que “Salazar faz muita falta” e que se mostram saudosistas com esse tempo.

“Que saudades tenho eu de uma polícia política que perseguia, torturava e matava. Que saudades tenho eu de ser interpelado na rua por um PIDE por me encontrar na esplanada com mais do que três amigos. Que saudades tenho eu da fome que os meus avós passaram em Mirandela e das granadas de África”, são capazes de dizer uns aos outros.

Depois, rematam: “A culpa do estado do país é dos tipos do Bangladesh que andam de trotinete, do chinês que me vendeu um relógio com as horas erradas e de um cigano que foi atendido antes de mim nos CTT porque tinha o número 47 e eu era o 48. É uma vergonha! Salazar faz mesmo muita falta”.

E toda a gente sabe que o IMI só ainda não desceu porque as competições de trotinete promovidas pelos tipos do Bangladesh inflacionam o enquadramento paisagístico urbano.

É uma vergonha!

Pedro Nuno

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo