LocalSlider

Agrupamento Ovar Sul acusa Orfeão de recusar assinar protocolo

A direcção do Agrupamento de Escolas de Ovar Sul (AEOS) acusa o Orfeão de Ovar de se ter recusado a assinar qualquer protocolo com vista à instalação de uma turma do regime articulado do ensino da música, no próximo ano lectivo.

O AEOS explica, em comunicado, que a “vontade de algumas famílias pela Escola Secundária Júlio Dinis neste âmbito”, levou a direcção a encetar contactos com a Academia de Música do Orfeão, mas sem sucesso, apesar de “tudo o que fizemos, com empenho e responsabilidade e no respeito pela legalidade, para concretizar a vossa vontade”.

A direcção do Orfeão de Ovar já reagiu, esclarecendo que “não foi possível, em tempo útil, alcançar um entendimento mínimo com o AEOS para viabilizar, já no próximo ano lectivo, o funcionamento do regime articulado do ensino de música”.

Recordando que, quando já em Maio recebeu a notícia de que o Agrupamento manifestava interesse nesta colaboração com a sua Academia de Música, foram iniciados contactos tendo em vista definir os termos do protocolo que é exigido para este tipo de colaboração.

“Lamentavelmente o final do período de inscrição dos alunos esgotou-se sem se ter logrado estabelecer o acordo subjacente à assinatura do protocolo”, explicando a direcção do Orfeão de Ovar que mantém “a sua disponibilidade para continuar o trabalho que vem desenvolvendo com a direcção do AEOS, com vista a que, atempadamente, sejam estabelecidas condições para que no ano lectivo 2018/19 o regime articulado do ensino de música possa ser uma realidade na Escola Secundária Júlio Dinis”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta