CulturaSlider

“Albertina das Roscas” homenageada pela Confraria Gastronómica

A Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar (CGCO) prestou homenagem à popular Maria Albertina, ainda hoje recordada como a “Albertina das Roscas”, pelo “carinho, dedicação, e sabor inimitável das suas roscas doces”.
A CGCO homenageou-a, por ocasão do seu IV Capítulo, com o grau de Confrade Honorária.

O Arrais de Mar, Ricardo Nunes disse que conheceu a Albertina (filha) e ouviu as suas histórias, durante o trabalho que está a levar a efeito de “registar as estórias, as tradições, os procedimentos, as técnicas, associados a cada um dos produtos e pratos identificados, para com essa informação iniciar a publicação de um livro de receituário local, num formato de fascículos colecionáveis e acessíveis a todos”.

O responsável justifica que, dessa forma, ajuda “a preservar a identidade local e promover pela gastronomia o nosso território e a nossa economia local”.

A confraria acredita poder ser um “contributo útil para a promoção do nosso território e dos nossos produtos, contribuindo para sua valorização local junto da comunidade, bem como, contribuindo para a atração turística e a dinamização da economia local”. Falta-lhe, contudo, “cumprir o desígnio de encontrar uma sede, que seja um laboratório de experimentação e formação gastronómica, mas sem pressas nem atropelos lá chegaremos”, alertou Ricardo Nunes, no dia em que entronizou António Bebiano, presidente da junta esmorizense.

“O trabalho das confrarias contribui para preservar, valorizar e promover os produtos tradicionais, e para potenciar o turismo”, considerou o vice-presidente da autarquia, Domingos Silva.

O autarca valorizou o trabalho que todos desenvolvem, o qual, na opinião do autarca, “é uma mais-valia para a valorização do território, na vertente turística, cultural e gastronómica, e ao promover os produtos gastronómicos, é também uma via fundamental para a preservação da identidade e tradições locais”.

Esta iniciativa contou com a presença de representantes de diversas entidades gastronómicas, nomeadamente, Confraria dos Sabores de Coimbra; Confraria dos Sabores da Abóbora; Confraria do Queijo Serra da Estrela; Confraria da Broa d’Avanca; Confraria EnoGastronómica Sabores do Botaréu; Confraria Gastronómica da Madeira; Confraria Gastronómica do Bacalhau; Confraria Gastronómica da Raça Arouquesa; Confraria da Fogaça da Feira; Confraria das Papas de São Miguel; Confraria dos Ovos Moles de Aveiro; Confraria Gastronómica de Albergaria-a-Velha; Confraria da Chanfana; Federação Portuguesa de Confrarias Gastronómicas; Associação de Criadores da Raça Marinhoa; Empresa Ilha dos Puxadoiros; O Restaurante Moliceiro do Hotel Meia Lua; Associação de Produtores de Pão-de-Ló de Ovar, entre outros.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta