Publicidade
EmpresasPrimeira Vista

Altice conquista o mundo a partir de Aveiro

No dia em que assinalou o seu segundo aniversário, a Altice Labs não esqueceu que foi a partir do modelo instalado em Aveiro que hoje leva inovação “Made In Portugal” a todo o mundo, em “35 países e a tocar mais de 250 milhões de pessoas, sendo hoje uma referência no mercado global, com produtos e soluções nos quatro continentes”, como lembrou o CEO da Altice Portugal, Alexandre Fonseca.

Mais de 700 profissionais altamente qualificados fazem parte deste centro de inovação da Altice, em Aveiro, e trabalham na investigação e desenvolvimento de soluções avançadas de Telecomunicações e Sistemas de Informação.

“Em Janeiro de 2016 estávamos a fazer 2 projetos fora de Portugal, em 2017 já estávamos com 17 projetos e hoje temos 39 projetos”, destacou Alcino Lavrador, director geral da Altice Labs. “Temos superado expectativas e isto é o reconhecimento da engenharia portuguesa que está na Altice Labs, mas que está também nos nossos parceiros, universidades e empresas, e é liderança tecnológica. E essa é a característica que nos tem mantido nesta inovação”, reforçou.

publicidade

Para assinalar o seu 2. º aniversário, a Altice Labs anunciou o lançamento de um novo prémio – Altice International Innovation Award – que vai abranger três países: Portugal, França e Israel.
Este prémio, único e inédito em Portugal, distingue-se pela sua abrangência geográfica, pela ligação à Academia em cada país, pelas áreas a concurso (Telecom, Media & Content, Data & Advertising) e ainda pelo próprio prémio aos vencedores.
“Este é um prémio que pretende estimular a inovação que sempre nos conduziu”, garantiu o presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca.

O exemplo de Aveiro na dinamização do ecossistema tecnológico local e na criação de condições para o nascimento de raiz de soluções de inovação e tecnologia de ponta, tem levado a Altice Labs a criar polos de inovação em diversas regiões do país que, no fundo, são uma extensão da própria Altice Labs e que posicionam estas regiões como alavanca de atracção de talento, saber e exportação de inovação. Depois dos já anunciados, na Madeira (projecto inédito Brava Valley), Viseu e Olhão, no futuro haverá uma nova descentralização.

Na festa de aniversário desta sexta-feira, Pedro Siza Vieira, Ministro-Adjunto do Primeiro-Ministro, reconheceu que o país vive “um momento excepcional”, mas acentuou que é necessário assegurar que o crescimento económico seja “norma e não excepção”.

Segundo o ministro, a história da Altice, herdeira do primeiro centro de estudos e telecomunicações criado há décadas em Aveiro, e a sua relação com a Universidade de Aveiro fornece “lições importantes para o percurso a fazer”. “Através de recursos humanos qualificados, formados no nosso sistema de ensino, a Altice Labs é uma empresa dirigida por portugueses e maioritariamente servida por recursos humanos qualificados portugueses, que compete numa indústria de altíssima exigência tecnológica e que é líder mundial nesse sector”, salientou.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo