LocalPrimeira Vista

Os contratempos da Barrinha e da erosão costeira

Cumpridos os prazos e objectivos do projecto, a Barrinha de Esmoriz seria hoje um espelho magnífico de águas, livre de lamas tóxicas e metais pesados. Mas nesta laguna nada parece funcionar.

A Câmara Municipal de Ovar repete que não se trata de um projecto da Câmara Municipal de Ovar, sendo da responsabilidade da Polis Litoral Ria de Aveiro. “Do que sabemos, teve muitos problemas e ainda há um processo a decorrer nos tribunais sobre a primeira empresa que abandonou a obra para a qual tinha sido contratada”, explicou o vice-presidente da autarquia,  Domingos Silva. Em recente reunião do executivo, Salvador Malheiro, foi mais além: “A empreitada de desassoreamento da Barrinha de Esmoriz, empreitada não decorreu da melhor forma, tendo sido realizados apenas 40% dos trabalhos previstos, devido à disputa jurídica entre o dono da obra e o empreiteiro, esperando que a realização dos restantes trabalhos venha a ocorrer num futuro próximo”.

O OvarNews sabe que o empreiteiro se declarou incompetente para executar o projecto ao qual se havia candidato e abandonou os trabalhos. De qualquer modo, o segundo concurso foi lançado e a obra deverá rearrancar em breve.

Em Maio, foi contratada a elaboração de um Estudo de Qualidade dos Sedimentos da Barrinha de Esmoriz, no âmbito desta intervenção da Sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro – Sociedade para a Requalificação e Valorização da Ria de Aveiro, S.A. Será desta?

A defesa costeira, ou seja, das nossas praias é que não parece ter evolução. A Agência Portuguesa do Ambiente apenas divulgou que vai elaborar um Estudo de Impacte Ambiental relativo ao Projecto de Execução “Proteção e Estabilização Dunar a Norte do Esporão Sul da Cortegaça”, já adjudicado por 24.390 Euros.

Entretanto, o Município contratou a manutenção de estruturas de madeira nas praias do concelho de Ovar, sempre muito fustigados pela dureza dos invernos, em especial os do Furadouro.

Desconhece-se por completo o que pensa o actual ministro do ambiente dos famigerados quebra-mares previstos para Ovar e Cortegaça.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo