EmpresasSlider

Angola, Espanha e França são quem mais compra em Ovar

 
A fábrica portuguesa da Sika em Ovar está a aumentar vendas no comércio internacional tendo nos mercados de Angola, Espanha e França os seus principais clientes, onde as suas exportações somam 40% da produção total fabricada pela Sika Portugal, com os restantes 60% a serem consumidos internamente.

A sustentar este crescimento, segundo os responsáveis da Sika Portugal, está o Departamento de Investigação e Desenvolvimento da unidade em Ovar, cujos produtos lançados nos últimos 5 anos representam já 14% do total de vendas do grupo em 2014.

Nos últimos anos, o departamento de I&D do grupo Sika em Ovar tem tido uma média de 10 projetos locais por ano, contribuindo assim para uma taxa interna de inovação local de 36% do corrente ano, tendo em conta os últimos 5 anos.
Composto por 7 químicos e analistas, o departamento tem como missão desenvolver produtos que, para além dos aspectos técnicos e económicos, correspondam à conduta de sustentabilidade da empresa.

“A sustentabilidade não é apenas um objetivo, mas um processo que envolve a Sika a nível global, num programa denominado “Mais valor, menos impacto”, afirma Gonçalo Carvalho, diretor de Marketing da Sika Portugal.

Segundo a empresa, na vertente ‘Mais Valor’ contribui-se com soluções sustentáveis com maior eficiência energética, criando mais valor para o mercado e para os clientes, com ações que visam aumentar a responsabilidade social na comunidade local, e procura-se maximizar o desempenho económico da empresa.

Já na vertente ‘Menos Impacto’ procura-se minimizar o impacto da atividade no ambiente, diminuindo o consumo de água, aumentando a eficiência no uso das matérias-primas e dos recursos energéticos, e procurando eliminar os acidentes no local de trabalho.

Recentemente, e para satisfação da empresa, Salvador Malheiro, presidente da Câmara Municipal de Ovar, visitou no passado dia 25 de Setembro as instalações da fábrica, em Ovar, para conhecer de perto a realidade da empresa e as razões do seu sucesso nacional e internacional.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo