LocalSlider

Arada: Atira-se ao poço e salva a vizinha

Surpreendida pela avaria inesperada do motor do poço de casa, Maria Leonilde tentou resolver sozinha o problema. Ao abrir a tampa do poço, que tem mais de seis metros de profundidade, a mulher de 71 anos desequilibrou-se e caiu. Os gritos alertaram um familiar que estava a poucos metros do local e que logo pediu socorro. O primeiro a chegar foi o vizinho Ricardo, que se lançou para dentro do poço e conseguiu manter a vítima à superfície da água até à chegada dos Bombeiros de Ovar.

O acidente ocorreu pelas 10h15 de anteontem, na travessa da Preguiça, em Arada, Ovar. Na queda, a mulher escapou a uma placa de cimento ? localizada a meio do poço ?, que poderia ter sido fatal. Durante cerca de meia hora, Ricardo esteve ao lado de Maria Leonilde, nunca deixando que a mulher perdesse as forças.

A vítima conseguiu manter se agarrada a um cabo que sustentava o motor que tinha ido reparar e assim manter-se à tona da água. Quando os Bombeiros de Ovar chegaram, vários outros voluntários da corporação que moram nas proximidades já se encontravam no local e ajudaram nos trabalhos de socorro.

Por volta das 10h50, Maria Leonilde já tinha sido retirada do estreito poço. Apresentava sinais de hipotermia. Apesar de exausta, a mulher estava consciente e orientada. Foi estabilizada no local pelos bombeiros e pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Santa Maria da Feira, para onde foi transportada.

(Francisco Manuel in Correio da Manhã – Foto meramente ilustrativa)

Artigos relacionados

Um comentários

  1. É de salientar que o Ricardo, mais conhecido por Cassamá, pertence ao corpo de Bombeiros de Ovar…e encontrava-se a civil.

    Anjos sem Asas, graças à coragem e determinação destes Homens…mais uma vida foi salva…
    Parabéns ao fantástico trabalho de equipa das EIP e em especial ao Ricardo Cassamá que não pensou duas vezes em lançar-se ao poço.

Deixe uma resposta