Local

Arada: Escola Básica do Outeiral fechada a cadeado

A Escola EB1, do Outeiral, em Arada, não abriu esta manhã, por decisão da delegada de Saúde. Recorde-se que o estabelecimento de ensino é frequentado pelo irmão da jovem estudante da Escola Secundária da Feira infectada com o Covid-19. A mãe também acusou positivo no despiste do coronavírus.

Já ontem, vários alunos tinham ido para casa de quarentena, mas a escola ficou aberta.

Esta manhã, segundo JN, “o estabelecimento de ensino tinha os portões com um cadeado que foi colocado por alguém durante a madrugada”, mas a decisão estava tomada.

Os progenitores trabalham na empresa Yazaki Saltano, onde “todos os trabalhadores da linha de produção foram colocados em quarentena”. A administração da empresa indicou que “os trabalhadores que estiveram em contacto directo com a colaboradora [infectada] foram enviados de imediato para casa para uma quarentena de 14 dias e estão a seguir todos os procedimentos da Direcção-Geral da Saúde [DGS]”.

Em causa estão 59 das 2.200 pessoas que trabalham na Yazaki Saltano, que diz continuar a “acompanhar muito de perto toda a evolução da situação e a tomar todas as medidas necessárias e extraordinárias para limitar o risco de exposição”.

Isso passa pelo reforço da actuação do seu gabinete de medicina do trabalho: “Os médicos da nossa empresa estão a avaliar diariamente o estado de saúde dos nossos colaboradores e disponíveis para responder a todas as dúvidas”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo