Opinião

As Meias Maratonas, com amadores – Por Florindo Pinto

“o pobre e, o pneu, quanto mais trabalham, mais lisos ficam”

– Anualmente, as provas, aconteciam, em Cortegaça e, em Esmoriz. Era Gente bairrista,

– quem organizava. Não regateavam esforços, na sua preparação e, execução. Estavam

– atentos aos mais pequenos pormenores e, tinham, como ponto de honra, não deixar

– os atletas, sem uma lembrança. Queriam, que os atletas fossem compensados do seu

– esforço e, quantos e quantos, se contentavam, sorrindo, com uma simples “camisola”

– Sempre assim foi. Mas. este ano, a Praia de Cortegaça, não terá a visita, de centenas

– de pessoas, para correr e, ver correr, por que; entre outros considerandos, as razões

– que impossibilitarão o retorno da meia maratona tem a ver com; falta de condições

–  da via florestal entre Cortegaça e o Furadouro, percurso considerado, um autentico

– Cartão de Visita”. Em Ovar, se ouve; “Para Esmoriz, quanto pior, melhor”. Pensem.

Florindo Pinto

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo