LocalSlider

Assaltavam marcos de correio em Cortegaça

[themoneytizer id=”16574-1″]

O Tribunal da Relação do Porto mandou repetir o julgamento de oito pessoas absolvidas em 2017 num processo por assaltos a marcos de correio e furto de cheques, devido a um “erro notório” na apreciação da prova.

Na versão do MP, os arguidos assaltavam marcos de correio três ou quatro vezes por semana, num “giro” que começava na zona de Cortegaça, Ovar, seguindo depois para o Porto, Gondomar, Matosinhos, Póvoa de Varzim e Braga.

Os arguidos, diz a acusação, “dedicaram-se a assaltar marcos de correio, apoderando-se dos cheques que encontrassem no interior dos sobrescritos”.

Para abrir os marcos de correio, os suspeitos usavam uma chave de fendas. (Ler artigo completo in Lusa via DN)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta