DesportoFutebolSlider

Associação Desportiva Ovarense no limiar do Centenário

A Associação Desportiva Ovarense (ADO) completa hoje 99 anos. Fundada em 19 de dezembro de 1921, por iniciativa de um grupo de vareiros e com o apoio de duas instituições de Ovar: O Orfeão de Ovar e o Ovar Sporting Club, nascia a ADO.

Em conjunto, estas instituições da vila vareira conseguiram amealhar a quantia de 530 escudos, tendo ainda sido cedido o campo de jogos onde este último jogava, conhecido como “Campo da Cadeia”, uma vez que era localizado em frente ao estabelecimento prisional que existia na época, em Ovar.

A primeira direcção do Clube tomou posse a 2 de janeiro de 1922, presidida por José Dias Simão. Nos Estatutos, redigidos por Afonso Abragão (também autor do emblema), foi fixada a quota de mensal de 1,50 escudos. Ler mais historial in Wikiwand.

A ADO tem-se notabilizado no basquetebol, mas no futebol também deu cartas nas décadas de 1990 e de 2000, quando somou 11 participações na II Liga. No dia em que comemora o 99.º aniversário, vale a pena recordar os dez jogadores com mais jogos pelo clube no segundo escalão. Aqui.

Num dia em cheio (se não nos lembrarmos dos resultados desportivos), também se pode lembrar a figura de Armindo Malícia. Tentou a sorte na Académica e no Porto, mas foi só depois dos 18, e em casa, que encontrou um lugar ao sol. Campeão em 70/71 e pai-treinador para uma geração que ainda veste preto e branco, Armindo Malícia dedicou grande parte da carreira à Ovarense. Entre viagens de Renault, bifanas na sede dos Axu-Mal e o desaparecimento de um leitão, viajamos pelo testemunho de uma figura que deixou marca na história do nosso clube. Ele encontrou-se Às Três na Oliveirinha.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo