Opinião

Autarca; missão, emprego, ou tacho – Florindo Pinto

“Por mais humilde que seja um bom trabalho, dá sempre uma sensação de vitória!"

– Razão não me faltava, quando escrevi e, apontava o caminho, aos autarcas, que não

– conseguiam cumprir o prometido. Senti o amuo de alguns, situação que encarei com

– indiferença, por que razão não me falta. Eles, os autarcas, quando chegam ao poder

– não demoram dizer que estão a desempenhar “uma missão desinteressada e quantas

– vezes em prejuízo das suas vidas e da sua família” e, quando partem, para a reforma

– em idade de “biberão”, lembram que a profissão de político, é muito trabalhosa, de

– desgaste rápido” e por isso temos aos montões as reformas vitalícias e, as outras nem

– sempre justas. Mas, toda esta “conversa de coitadinho”, é “desmontada” sem timidez

– pelo demissionário Primeiro Ministro do Reino Unido, que na hora da partida, disse ir

“muito triste por deixar o melhor emprego do mundo”. Qual político, é o mentiroso?

Florindo Pinto

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo