Publicidade
LocalPrimeira Vista

Aviões vão combater fogos florestais a partir de Maceda

A Força Aérea Portuguesa anuncia que o centro de operações dos meios aéreos de combate aos fogos florestais vai ficar instalada em Maceda, no âmbito do processo de adaptação da anteriormente designada AM1, para a nova Base Aérea nº 8 (BA8).

A informação foi adiantada pelo presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, em recente reunião do executivo.

A Força Aérea solicitou o apoio da Câmara Municipal para a concretização de diversos “aspetos importantes para o sucesso deste processo” de transição. Entre eles, está, segundo o autarca vareiro, “os relacionados com a residência no concelho dos militares

publicidade

envolvidos e respetivas famílias”, sendo que Salvador Malheiro expressou o “apoio e a total colaboração da Câmara Municipal, no âmbito das suas competências e atribuições”.

A nova Base Aérea de Maceda, agora designada como Base Aérea nº 8, conta ter, num período de cerca de um ano e meio a sua preparação resolvida para acolher o centro de operações dos meios aéreos de combate aos fogos florestais. Prevê-se a vinda para Ovar de cerca de 200 militares (cerca de 70 famílias), por um período de 3 anos.

Refira-se que o aeródromo instalado em Maceda não tem meios aéreos atribuídos permanentemente, mas encontra-se ali estacionado um destacamento de busca e salvamento da Esquadra 552 (“Zangões”), equipado com helicópteros AW119 Koala que dali voam para salvar vidas nos locais mais inóspitos. O “Koala” está permanentemente disponível, todos os dias do ano, sempre 24 horas do dia, e tem permitido salvar muitas vidas e diminuir o sofrimento de sinistrados, quer no mar, quer na montanha, sempre nos ambientes mais inacessíveis.

A alteração que cria a BA8, em Ovar, foi promulgada em fevereiro último no Decreto Regulamentar que concluiu a reforma da estrutura superior das Forças Armadas iniciada em 2021, com a revisão da Lei de Defesa Nacional e com a aprovação da nova Lei Orgânica de Bases da Organização das Forças Armadas (LOBOFA).

 

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo