LocalPrimeira Vista

Bombeiros de Ovar anunciam obras no quartel no 126.º aniversário

Foi um aniversário que dignificou “estes 126 anos e todos aqueles que desde 23 de maio de 1896 têm contribuído para engrandecer a nobre história deste Corpo de Bombeiros e Associação Huamnitária de Bombeiros Voluntários de Ovar”, salienta João Alexandre Mesquita, comandante do corpo activo.

A data assinalada no passado domingo fica marcada pelo anúncio, a “par de todos os investimentos feitos a nível ao nível dos veículos de socorro, quartel e equipamentos de protecção individual com a maior ambição”, pelo anúncio das “tão fundamentais obras de beneficiação dos balneários e alojamentos, naquele que será o maior projecto de investimento neste quartel desde a sua inauguração em 1986”.

O comandante está confiante que que com o “envolvimento de todos, da nossa comunidade, o firme compromisso da direcção e comando, apresentaremos aos nossos operacionais as condições dignas ao cumprimento da sua missão”.

O licenciamento do projecto de arquitectura já se encontra aprovado pela Câmara municipal de Ovar e a associação humanitária contam, em breve, apresentar os respectivos projectos de especialidade.

“Isto não é uma promessa”, frisa João Mesquita, “é um compromisso, planeado há muito tempo que vai acontecer e cujo financiamento todos nós, vareiros, haveremos de conseguir, como aliás, sempre ao longo deste 126 anos”.

A actual crise por que passa a generalidade das corporações também o preocupa. Depois da pandemia, este ano tem ficado desde já marcado, pelo impacto da Guerra da Ucrânia, obrigando à continua implementação de procedimentos que permitam a resiliência e a continuidade da missão. Neste domínio, nota, “tem sido evidente as dificuldades com a escalada do preço dos
combustíveis, e outros bens, a par de uma deficitária contrapartida financeira dos serviços realizados, seja por via do Sistema Integrado de Emergência Médica, ou de
Transporte de Doentes Não Urgentes”. Não tendo sido ainda impedida a concretização da

missão dos bombeiros, “é bem patente a nível nacional as dificuldades evidenciadas”.

Nas horas de aflição, estão os bombeiros na linha da frente nesta salvaguarda da vida humana, sublinhando que, muitas vezes, “em prejuízo da sua vida pessoal e com o sacrifício das suas famílias, por quem manifesto a maior estima e consideração e a quem muito respeitosamente endereço cumprimentos, as famílias”.

Como comandante do corpo de bombeiros, João Mesquita orgulha-se de liderar “esta equipa de bombeiros de extraordinário valor e sempre confiante de continuarem a desenvolver as atividades necessárias de proteção e socorro, convicto que conseguiremos garantir o cumprimento integral das missões que nos estão atribuídas, com máxima eficiência, 100% prontidão e a dignidade como o que tem sido feito até aqui”.

Os bombeiros vareiros adjudicaram também a aquisição da Unidade Móvel de ar comprimido, através do projeto “Empresas Cooperam ”, possível graças a diversas unidades Industriais de Ovar.

A corporação acaba de ser certificada pelo INEM, enquanto entidade formadora em Suporte Básico de Vida com DAE, numa bolsa de formadores, composta em exclusivo por Bombeiros Voluntários de Ovar. não terminando por aqui: “Já no próximo mês de junho, esperamos atingir uma nova Acreditação para Formação de Tripulantes de Ambulância de Transporte, potenciando a formação interna e externa deste Corpo de Bombeiros”.

Todas estas conquistas “enchem-nos de orgulho e satisfação e demonstram também a importância, o carinho e a consideração que têm por este Corpo de Bombeiros de Ovar, bem como por todos aqueles que aqui cumprem a sua missão todos os dias 24 horas 365 dias por ano, os bombeiros deste corpo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo