Local

Câmara mantém disponibilidade para investir em ensino superior

Quebrando uma regra que mantenho de não responder a comentários descontextualizados, mas por respeito pela verdade, passo a esclarecer e de forma sintética:

1- O que a Universidade de Aveiro (UA) propôs à Câmara Municipal de Aveiro (CMO), foi a abertura de um Curso Nivel 5 (CET), em horário pós laboral;

2- Esta formação profissional de nível 5 importava um investimento de cerca de 400 mil euros e instalações a disponibilizar pela CMO;

3 – Este investimento não mereceu aprovação de financiamento em PRR em candidatura feita pela UA (Informação da UA);

4 – O Instituto do Emprego e da Formação Profissional – IEFP, acabou de sinalizar junto da CMO a disponibilidade de implementação destes cursos no nosso município;

5 – O que a CMO propôs à UA, em 2021, e que mereceu abertura de acolhimento desta Instituição, foi a implementação de Cursos de Licenciatura/ Mestrado num pólo a abrir em Ovar. É isto que pretendemos para Ovar.

Obviamente que a pretensão mantém-se, e a CMO está disponivel para forte investimento em ensino superior no nosso município.

Domingos Silva, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Ovar

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo