Local

Câmara prepara época balnear sob críticas dos concessionários

Para reforço da segurança balnear em 2024, a Câmara Municipal aprovou um apoio adicional às Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Ovar e de Esmoriz, no valor de 47 mil euros, para garantir a permanência de equipas de socorro, nas praias praias do Furadouro e de Esmoriz, durante a época balnear de 2024.

O apoio, que acresce às verbas dos acordos de colaboração celebrados em fevereiro de 2024, permitirá uma equipa permanente de dois bombeiros e um veículo de socorro na praia do Furadouro e de quatro bombeiros e um veículo de socorro na Praia de Esmoriz, de 08 de junho a 15 de setembro, das 9h30 às 19h30.

O protocolo prevê também 1.000€ por corporação para acautelar intervenções em situações de emergência fora da época balnear.

Os concessionários pela voz de Dora Maganinho é que ainda não sabem que praia vão ter no Furadouro.

Após uma reunião em abril com a edilidade, em que tinha ficado tudo acertado, Dora Maganinho diz que agora ligou “para saber quando vêm colocar areia, visto o areal estar imensamente pequeno, mas disseram-me que não vêm por areia nenhuma…”

Ela que na mesma reunião acertou pagar mais de 2 mil Euros por mês aos nadadores-salvadores, agora pergunta: “Numa praia sem condições de acessibilidade, sem condições para o nadador descer para o mar, sem condições para os banhistas?”

O presidente da câmara Municipal, Domingos Silva, disse em recente reunião da Assembleia Municipal, que o processo usado é puxar areia da zona de  rebentação para compor as áreas de praia afetadas pela erosão.

Publicidade
Botão Voltar ao Topo