CulturaPrimeira Vista

Camilo Castelo Branco adaptado ao cinema

"Carderno Negro" em exibição no cinema Dolce Vita Ovar

[themoneytizer id=”16574-1″]

 

Inícios do século XVIII. Laura é uma jovem italiana encarregue de cuidar de Sebastian, um órfão de origens misteriosas com quem, durante anos, vai seguindo viagem por várias cidades europeias, desde Roma, Paris, Lisboa, Londres, Parma ou Veneza.
Um filme dramático com assinatura de Valeria Sarmiento (“Linhas de Wellington”) que teve estreia internacional no Festival de Cinema de Toronto (Canadá) e foi seleccionado para competir no Festival de San Sebastian (Espanha).

O argumento, da responsabilidade de Carlos Saboga, inspira-se no “Livro Negro do Padre Dinis”, romance escrito, em 1855, por Camilo Castelo Branco (1825-1890). Esta obra antecede a acção de “Mistérios de Lisboa”, também de Camilo, embora seja posterior.

Co-produzido pela Leopardo Filmes e a Alfama Films Production, tem no elenco inclui Lou de Laâge, Tiago Varela da Silva, Grégoire Leprince-Ringuet, Victoria Guerra, Joana Ribeiro, Catarina Wallenstein, Joaquim Leitão, Elmano Sancho e Rodrigo Paganelli.

Para além da versão cinematográfica que se estreia em sala, “O Caderno Negro” foi também concebido como série televisiva.

O Caderno Negro
Cinema Dolce Vita Ovar
Até 14 Novembro
2018 | Romance, Drama, Histórico | 103 min
Com Jenna Thiam, Lou de Laâge, Niels Schneider
Realização Valeria Sarmiento
Class. etária M/12
País: Portugal, França
Outros dados:
FRA/POR, 2018, Cores, 113 min.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo