CulturaPrimeira Vista

Cânticos dos Reis de novo nas ruas e casas comerciais de Ovar

Cumprindo a secular tradição, os Reis estão de novo nas ruas de Ovar, sendo que esta é a primeira vez que tal acontece após a Direcção-Geral do Património Cultural inscrever a tradição natalícia vareira no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, publicando-a em Diário da República, em 2020.

Depois do hiato de dois anos, as troupes regressam às ruas, praças, estabelecimentos comerciais e espaços públicos. O Cantar dos Reis culminará com o tradicional Encontro de Troupes de Reis Infantis e Troupes de Reis de Adultos, nos dias 6 e 7 de janeiro, às 20h30 e 15h, respectivamente, no Centro de Arte de Ovar.

As Troupes de Reis em Ovar, anualmente, criam e apresentam letras e músicas originais, num trabalho centenário que merecia ser reconhecido.

Assim, no final de 2016, a Câmara Municipal de Ovar submeteu com sucesso a candidatura a Património Cultural Imaterial, considerando que, apesar de partilhar algumas características com outras práticas em Portugal e na Europa, designadas de “Cantar os Reis” ou “Cantar as Janeiras”, em Ovar esta prática sofreu, ao longo dos anos, um processo de codificação artística, social e performativa, considerada diferenciadora, uma vez que adquiriu um recorte cultural próprio, sofisticado ao nível da composição musical e poética, e especializado ao nível da performance.

Na Foto: Troupe de Reis Os Velhos, em finais do Século XIX.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo