ComunicadosCovid-19Política

Carla Madureira reclama apoio para o Centro Social São Pedro de Maceda

A deputada do PSD Carla Madureira manifestou preocupação em relação às dificuldades das
creches e infantários no regresso à atividade após o confinamento. Numa pergunta à ministra do
Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, a parlamentar social democrata reclama apoio para
as IPSS que sintam dificuldades neste regresso à normalidade.

“Parece um dado mais ou menos adquirido que o sector não estará preparado para uma
reabertura sem problema, tanto mais que é sabido que a rede de creches e Portugal é
heterogénea, com alguma disparidade de condições entre elas” – lê-se no texto que suporta a
pergunta agora dirigida por Carla Madureira. A parlamentar do PSD dá um exemplo do seu
concelho, “onde há uma instituição em dificuldades claras, o Cento Social e Paroquial de São
Pedro de Maceda, ao ponto de correr o risco de fechar portas”.

Para a deputada aveirense, “a imposição do distanciamento [das crianças], que em alguns casos
é irrealizável, poderá implicar o encerramento das valências de creche e infantário”, dando como
certo “que as novas regras impostas neste período pós-desconfinamento acarretarão dificuldades
acrescidas às IPSS. Muitas delas não vão, mesmo, conseguir contorná-las”.

Carla Madureira assume que “a reabertura das valências das IPSS ligadas à infância é um
grande desafio que se nos coloca”, para vincar que “não podemos falhar”. A parlamentar social
democrata, profissional do sector da Educação, recordou a adaptação que implica o regresso à
escola após as férias ou, até, após o fim de semana, para dar como “imprevisível o que poderá
acontecer na volta após o confinamento obrigatório”.

Considerando que “as famílias precisam de ter soluções para os filhos e vão pedi-las, no público
ou no privado”, Carla Madureira dá isso como “um desafio extraordinário para as IPSS e para os
seus colaboradores”, reclamando apoio a estas instituições, algumas delas “em risco de
encerrarem as valências, colocando em causa a resposta das famílias”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo