CulturaSlider

Casa da rua Daniel das Pupilas finalista de prémio de arquitectura

 

A habitação unifamiliar da rua Daniel das Pupilas, em Ovar, da arquitecta Paula Santos, foi uma das 76 finalistas, entre 350 candidatos, da sexta edição dos Prémios de Arquitectura Ascensores Enor.

O concurso, promovido desde 2005, premeia arquitectos de qualquer nacionalidade com projectos desenvolvidos em Portugal ou Espanha. As obras em jogo, que deverão ter sido construídas entre 2010 e 2013, concorrem ao Grande Prémio Enor e ao Prémio Enor de Arquitectura Jovem. O primeiro, dotado de 8.000 euros, será atribuido à melhor obra de arquitectura ibérica, sendo que o segundo, de 4.000 euros, pretende reconhecer os jovens autores com menos de 40 anos.

A casa ovarense falhou, no entanto, um lugar entre os 20 finalistas, que foram conhecidos recentemente: Em Portugal, o Museu de Arte, em Vila Nova de Foz Côa, o Lagar Oliveira da Serra, no Alentejo, a remodelação do edifício sede do Banco de Portugal, em Lisboa, a recuperação do núcleo rural, em Vidago, a Casa da rua do Arco, na Maia, a Casa da Escrita, em Coimbra e o Data Center Portugal Telecom, na Covilhã. As sete obras da autoria dos arquitectos Camilo Rebelo, Bak Gordon, Falcão de Campos, Nuno Graça Moura, João Álvaro Rocha, João Mendes Ribeiro e João Luís Carrilho da Graça foram as escolhidas entre as 76 seleccionadas numa primeira fase.

Estes projectos foram alguns dos escolhidos pelos seis jurados, entre eles o arquitecto Eduardo Souto de Moura e o vencedor do Grande Prémio Enor em 2011, Juan Domingo Santos.

Os escolhidos também terão direito a um livro, editado pelo Grupo Ascensores Enor em português e castelhano, a partir do material entregue pelos participantes, desde fotografias a desenhos e memórias.

A apresentação do livro está agendada para a cerimónia oficial de entrega dos prémios, que vai decorrer em Novembro na sede do grupo, onde também serão expostos os projectos finalistas. (Ler mais in DA)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo