Política

CDS denuncia necessidade urgente de obras na EB António Dias Simões

Numa pergunta enviada ao Ministro da Educação, os deputados do CDS eleitos por Aveiro – João Almeida e António Carlos Monteiro –, querem saber se o Ministério da Educação tem conhecimento do estado de degradação da Escola Básica António Dias Simões, em Ovar, e se sim, desde quando e que medidas já tomou para solucionar o problema.

Os deputados questionam ainda se o Governo tenciona ainda incluir a EB António Dias Simões na lista de estabelecimentos de ensino a intervencionar ao abrigo do novo programa que disponibiliza 200 milhões de euros para intervenções em escolas do 2.º e do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, e se vai ser feita alguma intervenção na escola, de que tipo e quando.

Além dos dois deputados eleitos por Aveiro, a pergunta é também subscrita por Ana Rita Bessa, deputada da Comissão de Educação e Ciência.

Chegou ao conhecimento do Grupo Parlamentar do CDS-PP que a Escola Básica António Dias Simões, em Ovar, “se encontra num avançado estado de degradação e a necessitar urgentemente de obras”.

“A EB António Dias Simões tem mais de 30 anos e, exceptuando o Pavilhão Gimnodesportivo e a substituição da cobertura de amianto, não sofreu outras intervenções”.

Trata-se, segundo apurou o GP CDS-PP, de uma escola com muitos problemas estruturais.

“Com efeito, desde o mau piso, a esquinas e desníveis acentuados, à falta de aquecimento nas salas de aula, onde há vidros partidos e portas que não fecham, passando por problemas de canalização que originam falta de água com alguma frequência, a EB António Dias Simões representa já um risco para alunos, professores e funcionários”, diz o documento.

Segundo o Ministério da Educação, nos próximos meses vão arrancar obras num “número significativo” de escolas. O novo programa abrangerá 200 escolas com 2.º e 3.º ciclo e secundário e para as intervenções estão disponíveis 200 milhões de euros, a maior parte dos quais oriundos de fundos comunitários. O investimento europeu na reabilitação das escolas portuguesas está previsto no acordo de parceria celebrado com a Comissão Europeia no âmbito do programa Portugal 2020.

“A EB António Dias Simões não consta da lista de escolas a intervencionar”, constatou o CDS.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo