Política

CDS: Raul Almeida critica lista que Cristas “escolheu sozinha”

[themoneytizer id=”16574-1″]

O ovarense Raul Almeida já não marcou presença no Conselho Nacional do CDS e não são de hoje as suas discordâncias perante a nova direcção nacional do CDS-PP.

“Tendo discordado e reprovado pelo voto a teimosia da presidente em não definir os cabeças de lista e a quota nacional em diálogo com as estruturas locais, não faria qualquer sentido ir agora votar os nomes que escolheu sozinha”, justificou nas redes sociais.

O antigo eleito centrista na AM de Ovar critica Assunção Cristas que acusa de faltar ao prometido. “A renovação que prometeu ficou reduzida a um nome elegível e já esperado desde as autárquicas: a Raquel Abecassis, e a Sebastião Bugalho, um jovem muito promissor e com enorme talento, mas num lugar de manifesto risco, tendo em conta a performance de Cristas nas sondagens”.

Raul Almeida considera o lugar elegível do presidente da JP “uma decisão manifestamente pouco desejada”. “Com este passo autoritário e unilateral, Cristas assume a total responsabilidade pelos próximos resultados eleitorais, consigo ficarão os que pactuam calando, para o bem e para o mal”.

Sobre a renovação nos lugares de que Assunção dispõe por outorga do Conselho Nacional, “apenas Leiria constitui excepção”, frisa.
A nota mais negativa, segundo o antigo deputado, fica para a “reincidência na lisboetização do país através da colonização de quase todos os lugares elegíveis por candidatos de Lisboa”. E questiona: “Será que Assunção não conhece ninguém competente fora de Lisboa? Ou será que a sua gestão do Partido “secou” os talentos que se deveriam desenvolver ao longo do país?”

Artigos relacionados

Deixe uma resposta