Política

CDU: Em defesa da orla e do Serviço Nacional de Saúde

A CDU promoveu, ainda na última semana, uma jornada regional dedicada ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), desdobrando-se em várias iniciativas em todo o distrito de Aveiro. Em Ovar, a acção contou com Carlos Ramos, candidato às próximas eleições legislativas, marcou presença em várias unidades de saúde do concelho contactando centenas de utentes do Hospital Dr. Francisco Zagalo, da USF João Semana, da USF S. João de Ovar, da USF Barrinha e da USF Alpha.

Nos contactos efectuados, os utentes foram alertados para “o rumo de desmantelamento do SNS, que sofreu um ataque sem precedentes com o governo Passos/Portas”. Mas a CDU alerta igualmente que este é um “rumo que de forma nenhuma é recente, resultando sim de décadas de políticas anti-sociais por sucessivos governos PS, PSD, com ou sem CDS”. São disto exemplos “o encerramento de valências, a criação de taxas moderadoras que dificultam o acesso à saúde, os entraves ao transporte não urgente de doentes, a degradação das infra-estruturas, o desrespeito pelos compromissos assumidos com os profissionais de saúde”.

Neste sentido, a CDU propõe a reversão das políticas que levaram ao SNS ao estado em que se encontra. “É necessária uma política de valorização dos profissionais do SNS que pugne pela melhoria das suas condições de trabalho, contratando profissionais onde são necessários em vez de sobrecarregar os existentes. É preciso acabar com as taxas moderadoras e as limitações ao transporte não urgente de doentes, que diariamente e por dificuldades económicas dissuadem milhares utentes da utilização dos serviços de saúde por todo o país”.

A CDU também sempre se “manifestou pela manutenção de uma rede hospitalar que garanta uma carteira de serviços públicos de saúde de qualidade e de proximidade com as populações, opondo-se aos sucessivos encerramentos de valências (como foi, em Ovar, o caso das urgências e do serviço de pediatria), mas também noutros pontos do distrito (Águeda, Estarreja, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis)”.

No âmbito do acampamento nacional da Ecolojovem, organização de juventude do Partidos Ecologista “Os Verdes”, decorreu na praia do Furadouro, concelho de Ovar, um debate da CDU ao ar livre sobre a orla costeira. Participaram neste debate, para além de Miguel Viegas, cabeça de lista da CDU pelo distrito de Aveiro, os candidatos Tânia Simões e Antero Resende.

Perante largas dezenas de veraneantes, foi possível debater um conjunto de questões de grande importância para a região de Aveiro, “fortemente fustigada pelas investidas do mar que ameaçam as populações e seus bens. A análise da situação da orla costeira implica, desde logo, julgar todos os autarcas que foram acumulando erros de planeamento, cedendo aos interesses imobiliários e licenciando construções em cima da Costa com prejuízos irreparáveis para a duna primária. Implica também avaliar os muitos milhões de euros gastos em intervenções avulsas, feitas sob pressão dos acontecimentos e de forma completamente atabalhoada”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo