Política

CDU exige redução no preço dos passes da CP

O cabeça de lista da CDU às legislativas, Miguel Veigas, considera um “escândalo” que a redução de preço dos passes sociais da CP não esteja a ser aplicada a todos os utentes da CP que circulam dentro da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA).

Miguel Viegas, Ana Valente e Cláudia Pereira estiveram numa acção de protesto junto dos utentes num comboio, entre Ovar e Aveiro, exigindo que esta situação se resolva o mais rapidamente possível.
distribuiram um documento aos utentes que utilizam o comboio para se deslocarem de Ovar para Aveiro, onde apelidam a situação de inaceitável, exigindo que a CIRA “tome medidas imediatas para que a população de Aveiro possa beneficiar desta redução, que é um imperativo social e ambiental”.
“Há muito que a CDU defende a redução dos passes sociais para incentivar o uso de transportes públicos como parte integrante de uma política socialmente mais justa e ambientalmente sustentável”, lembra Muguel Viegas.

A CDU recorda que, graças a uma “nova fase da política nacional, caracterizada pela correlação de forças que saiu das eleições de 2015, foi possível aprovar esta redução com a criação do PART”. No entanto, no que toca a ferrovia, os utentes do distrito de Aveiro ficaram de fora do programa “por inoperância e falta de vontade política da CIRA e da Área Metropolitana do Porto”, acusa o partido. Desta forma, “nem as viagens realizadas dentro da CIRA e nem os movimentos pendulares entre Aveiro e Porto ou entre Aveiro e Coimbra forma contemplados com qualquer redução tarifária”.
Neste período de início de aulas e “quando muitos recomeçam a trabalhar depois das férias, pensamos que é mais que tempo de aplicar esta redução, repondo a justiça. A aplicação do PART – Programa de Apoio à Redução Tarifária deve ser para todos os portugueses”, reforça Miguel Viegas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo