DesportoSlider

Ciclismo: EFAPEL termina 78.ª Volta a Portugal no pódio

A equipa de ciclismo EFAPEL concluiu a Volta a Portugal em Bicicleta de 2016 como uma das principais formações da competição. Obteve duas vitórias em etapa com Daniel Mestre, atacou nos dias de montanha com Jóni Brandão e assumiu-se como colectivo atacante, à procura dos resultados e capaz de dar muito espectáculo para quem assistiu à Grandíssima. Lutou até ao fim e partiu para o último dia com a ambição de chegar ao pódio. Os corredores deixaram tudo na estrada e Jóni Brandão foi o melhor representante da formação liderada por Américo Silva com o quinto posto da geral. A EFAPEL acabou a Volta com dois ciclistas entre os dez primeiros e em terceiro colectivamente

No último dia de competição da 78ª Volta a Portugal em Bicicleta, os ciclistas tinham de pedalar, em esforço individual, 32 quilómetros entre Vila Franca de Xira e Lisboa. Na equipa EFAPEL, a expectativa estava na possibilidade de chegar ao pódio da Volta a Portugal. As esperanças recaiam no chefe de fila da formação de Ovar, Jóni Brandão. Foi desta forma que todos os ciclistas da equipa saíram para a estrada. O primeiro foi Nuno Almeida, queixoso depois da queda sofrida na véspera. Seguiram-se Álvaro Trueba, António Barbio e Rafael Silva. Depois, os três melhores classificados, Daniel Mestre, Henrique Casimiro e Jóni Brandão.

O ciclista líder da EFAPEL cumpriu os 32 quilómetros em 42m23s e obteve o sexto melhor registo. Não foi possível chegar a um dos lugares do pódio e a EFAPEL acaba com Jóni Brandão em quinto e Henrique Casimiro em sétimo.

Para Américo Silva, responsável desportivo desta formação, fica a consciência de um trabalho bem feito mas que não acabou como mais se desejava. “Fazemos um balanço bastante positivo da nossa participação na Volta a Portugal. Tendo em conta que vencemos duas etapas e terminamos em terceiro lugar por equipas, o resultado é bom. Pena termos falhado o pódio mas viemos para esta competição com o intuito de a tentar vencer e tudo fizemos para conseguir esse objectivo”, afirmou o director.

Terminada a prova maior do calendário de ciclismo nacional, a EFAPEL pára a competição por apenas alguns dias. No próximo fim-de-semana, a equipa liderada por Américo Silva compete na Taça de Portugal. No sábado, dia 13, realiza-se a 4ª prova desta competição, o Grande Prémio de Mortágua. No dia seguinte, o pelotão nacional compete discute o Grande Prémio Anicolor.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta