Publicidade
Saúde

Cidadãos que doaram sangue de 13 a 19 de junho receberam 2.150 livros como agradecimento

Cidadãos de todo o país que doaram sangue de 13 a 19 de junho receberam como agradecimento 3.200 vouchers de livros e, desses, levantaram 2.150, revelaram hoje o Instituto Português do Sangue e Transplantação (IPST) e a livraria Wook.

A oferta verificou-se ao abrigo da campanha “Momentos Solidários – Dar o Litro”, com que a empresa livreira portuguesa se associou ao referido instituto público para assinalar pela segunda vez o Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado internacionalmente a 14 de junho.

Na prática, as colheitas decorreram nos mesmos moldes em que habitualmente já acontecem em dezenas de locais do país, mas desta vez com a diferença de que, aos cerca de 3.200 dadores que participaram nessas sessões durante aquela semana específica, o IPST entregou um vale de oferta que a Wook converteria num de 64 títulos indicados para o efeito no seu site. Cada um desses vouchers tinha que ser trocado até ao dia 30 de junho e, para as 2.150 pessoas que o fizeram, o livro seguiu depois de forma gratuita para o respetivo domicílio, a expensas da própria livraria.

publicidade

Realçando que “a dádiva de sangue é um ato voluntário, benévolo, altruísta e não remunerado”, fonte oficial da direção do IPST declara que cada livro foi assim um gesto de agradecimento pela disponibilidade dos dadores e afirma: “Oferecer cultura é sempre uma excelente iniciativa. Associar cultura à solidariedade parece-nos ainda melhor”.

Segundo a Wook, a seleção dos 64 livros disponibilizados aos dadores procurou abranger géneros que agradassem “a todos os gostos, incluindo títulos de ficção e não-ficção, desde clássicos intemporais a temas mais atuais”, e foi possível porque várias editoras “entusiasticamente se juntaram a esta ação, permitindo dinamizar o gosto pela leitura e o incentivo à dádiva de sangue”. Foi o caso da Bertrand, do Clube do Autor, da In, da Leya, da Penguim Random House, da Pergaminho, da Zero a Oito e de várias chancelas dos grupos Porto Editora e Presença.

Se dos 3.200 vouchers distribuídos só 2.150 foram requisitados, isso deve-se a uma certa tendência para falhar prazos. “A avaliar pelo que aconteceu na primeira edição, ainda vai haver muita gente a tentar requisitar o livro ao longo dos próximos dias, mas o prazo já acabou”, lamenta a livraria, rejeitando que o problema se possa dever a falta de literacia digital para aceder ao site ou ler o código QR impresso no vale de oferta – até porque, “com o encerramento do comércio físico, a pandemia foi um forte motivador das compras online” e os leitores portugueses souberam familiarizar-se com o “e-commerce”.

Já para as reservas hospitalares de sangue, a covid-19 não trouxe vantagens e a afluência às colheitas foi significativamente reduzida em 2020. O volume de dádivas tenha vindo a recuperar desde 2021, mas, mesmo assim, o IPST alerta: “Os hospitais portugueses precisam de aproximadamente entre 800 a 1.000 unidades de sangue por dia e, embora a situação agora esteja estável, a dádiva de sangue em Portugal enfrenta importantes desafios. Se considerarmos que a dádiva se realiza, preferencialmente, entre os 18 e os 65 anos, as alterações demográficas – com uma população cada vez mais envelhecida – têm impacto no número de dadores, bem como as doenças emergentes e as alterações climáticas”.

Para serem dadores de sangue, os interessados precisam ter entre 18 e 65 anos ou um máximo de 60 no caso da primeira dádiva, devendo pesar mais de 50 quilos e possuir hábitos de vida saudáveis. Entre outros requisitos a verificar por um médico antes da colheita, os dadores não podem ter sido sujeitos a intervenções cirúrgicas nos quatro meses anteriores e, em caso de diagnóstico recente de covid-19, devem estar pelo menos há 14 dias sem quaisquer sintomas. Caso o cidadão reúna as condições para doar, o procedimento envolverá depois uma recolha que, em média, é de 450 mililitros de sangue por pessoa – a quantidade adequada para que a colheita não prejudique o dador.

Alexandra Couto

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo