Empresas

Cidade Bitcoin será livre de impostos e usará 100% de energia renovável

O governo de El Salvador anunciou estar a desenvolver uma “Bitcoin City”. A cidade, que deverá ser erguida junto do golfo de Fonseca, entre as localidades de La Unión e Conchagua, irá contar com uma planta geotérmica que apoiará a mineração de criptomoedas. O executivo sublinhou ainda que não serão cobrados quaisquer impostos sobre rendimentos ou propriedades.

De acordo com os planos apresentados, a cidade terá a forma de uma moeda e contará com as comodidades que tradicionalmente encontramos em qualquer cidade. Segundo Nayib Bukele, além de ser uma cidade completa, não cobrará nenhum tipo de imposto de empresas e cidadãos e será alimentada por energia geotérmica.

O presidente Nayib Bukele não revelou o calendário do projecto, mas referiu a existência de um investimento em Bitcoin no valor de mil milhões de dólares, feito por parte da empresa norte-americana, Blockstream. O país planeia usar metade desta quantia para construir infraestruturas e investirá a outra metade em criptomoedas. A empresa acredita que conseguirá começar a receber dividendos deste investimento no espaço de cinco anos.

Este é um novo território para a criptomoeda que só ditará o sucesso deste projeto caso o seu valor continue numa trajetória ascendente por mais alguns anos. Apesar de tudo, esta é uma aposta arriscada para um país cujo PIB rondou apenas os 25 mil milhões de dólares em 2020.

É claro que o actual executivo almeja impulsionar a economia do país através da Bitcoin. O quadro de impostos anunciado é um dos primeiros atractivos para os potenciais residentes que estejam em busca de uma cidade onde possam fazer crescer a sua fortuna digital.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta