Cultura

“Cochinchina” de Sandra Barata Belo no CAO

No próximo dia 25 de junho, pelas 21h30, o palco do Centro de Arte de Ovar prepara-se para receber “Cochinchina”, numa coprodução reagendada. O teatro marcará a noite com a peça de Sandra Barata Belo, que teve a sua estreia em janeiro de 2022 e encerra uma trilogia de adaptações de obras literárias iniciadas em 2013 pela atriz e encenadora.

A peça, que integra a programação Centro de Arte, conta com texto de Afonso Cruz e dramaturgia e encenação de Sandra Barata Belo e apresenta um elenco de elevada qualidade no teatro nacional, com Vítor D’Andrade, Margarida Vila-Nova e Patrícia André na representação. A música tem a assinatura do cantautor português Samuel Úria.

A adaptação livre do texto de Afonso Cruz conta a história de um homem que vive na dualidade entre o que está dentro da sua porta e para além dela. O estrangeiro tanto o inibe, como o fascina. Até ao dia em que uma empregada da Cochinchina vem trabalhar para sua casa e quebra com todas as fronteiras criadas, primeiramente pelo pai e, depois, por ele. A partir daqui, há uma luta constante entre o amor e a desilusão, a coragem e a cobardia, entre ir ou ficar e, estranhamente, está tudo certo.

No fim da sua vida, quando não há mais para adiar, restando-lhe apenas a morte, parte para o Oriente em busca de uma filha que nunca o irá conhecer e escreve-lhe uma carta, revelando a sua história, que é também a base do nosso Portugal em contrários e com os seus antónimos.

Os bilhetes para assistir à peça de teatro estão à venda no Centro de Arte de Ovar e na bilheteira online https://caOvar.bol.pt. Os bilhetes adquiridos para o espetáculo na primeira data anunciada, março, mantêm-se válidos para o dia 25 de junho.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo