LocalSlider

Começa a “obra decisiva” para a Marina do Carregal

Em resultado de um protocolo assinado entre a Câmara Municipal de Ovar e a NADO, avança a obra de desassoreamento do Porto de Recreio do Carregal e a requalificação urbanística e ambiental da área compreendida entre o Cais da Pedra e o Cais do Carregal, em Ovar.

A degradação das condições desta zona da Ria está a chegar a um ponto insustentável: “Os barcos já tocam o fundo na maré baixa e os passadiços correm o risco de partir pelo mesmo motivo”, descreve Hélder Ventura, acrescentando que a “Câmara Municipal de Ovar ouviu o alerta e entendeu que era uma emergência”.

As máquinas já começaram a chegar para efectuar a intervenção proposta e que visa o desassoreamento superficial de manutenção da área das docas, por forma a garantir a funcionalidade do Porto de Recreio. “Era imperioso intervir para proteger as infra-estruturas da marina e acautelar a flutuabilidade das embarcações”, vinca Hélder Ventura, garantindo que esta “intervenção é decisiva para a permanência do Porto de Recreio, caso contrário, tudo se degradaria muito rapidamente, correndo o risco de desaparecer”.

A intervenção municipal preconizada visa o desassoreamento superficial da área das docas, por forma a garantir a funcionalidade do Porto de Recreio. Sendo pontual, o projecto não inviabiliza que se pense numa operação mais abrangente para a Ria, que se debate com diversos problemas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta