CulturaSlider

“Commuting: O dia tem 24 horas para todos” – Rui Filipe Costa

Quantos fenómenos a nível mundial conseguem, simultaneamente, destruir casamentos, enfraquecer o relacionamento com os filhos, prejudicar a saúde, danificar o ambiente, desperdiçar recursos finitos, potenciar a sinistralidade rodoviária, acelerar a propagação de doenças, provocar ‘burnout’ e que dura há décadas e muitas mais se prevê que dure? Neste livro, Rui Filipe Costa fala-nos de um flagelo com todas essas características: o ‘commuting’.

“Há sensivelmente 13 meses tracei o objectivo de escrever um livro sobre um fenómeno que tenho estudado e que perturba milhões de pessoas em todo o Mundo, sobretudo nas zonas mais urbanas: o Commuting”, explica o autor.

Concluído o projecto e editado o livro, Rui Filipe Costa faz hoje o seu lançamento na Escola de Artes e Ofícios, a partir das 18 horas, convidando-nos a embarcar numa viagem para conhecer mais sobre o ‘commuting’, fenómeno “que gasta diariamente inúmeros recursos, tangíveis e intangíveis”.

Mas Rui Filipe Costa não nos dá apenas a conhecer melhor o fenómeno que estudou como também nos ajuda a perceber de que forma o podemos mitigar.

Rui Filipe Coelho Costa nasceu em Ovar a 27 de fevereiro de 1977, é licenciado em Contabilidade e Administração e possui MBA. Financeiro sénior, trabalha actualmente como financial controller, tendo desempenhado diversos cargos nas áreas da Contabilidade, da Tesouraria e do Controlo de Gestão.

Casado e pai de 2 filhos, pretende ser uma referência a nível nacional e internacional sobre o fenómeno do ‘commuting’, aproveitando essa visibilidade para promover uma série de debates e iniciativas, com o objetivo de reduzir o impacto do ‘commuting’ no mundo em geral e na qualidade de vida das pessoas em particular.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo