Publicidade
Política

Concelhia do PS aprova por unanimidade moção por congresso extraordinário

A concelhia do PS de Ovar considera que a “eleição de um secretário-geral merecedor da confiança dos militantes e simpatizantes do Partido Socialista e dos portugueses, em geral, no mais curto espaço de tempo, só será possível através da realização de eleições diretas para o Secretário Geral seguidas da realização de um Congresso”.

Por isso, a Comissão Política Concelhia dos socialistas, reunida a 19 de junho de 2014 deliberou, por unanimidade, “exigir a convocação de eleições diretas para Secretário Geral, seguido de um Congresso”.

As razões avançadas prendem-se com o facto de o PS, embora vencedor das eleições europeias, não ter feito valer em votos o descontentamento generalizado da população em relação ao Governo do PSD/CDS-PP.

publicidade

A actual situação política nacional, dizem os socialistas de Ovar, “tem de contar com um Partido Socialista forte, que se apresente como alternativa credível e inequívoca aos olhos dos portugueses no combate as políticas desastrosas deste governo de direita”.

“Não é possível ao Partido Socialista não ter a sua situação interna definida em tempo útil que lhe permita combater de uma forma eficaz este Governo”, sentenciam em comunicado, assinado por Luís Alves, presidente da concelhia.

Esta moção será enviada à Comissão Política da Federação de Aveiro, ao Secretariado Distrital da Federação de Aveiro, à Comissão Nacional do Partido Socialista, à Comissão Política Nacional, ao Secretariado Nacional, ao Secretário-Geral e à presidente do Partido Socialista.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo