CulturaSlider

Concerto “Sopa de Pedra” envolve a comunidade

Prosseguindo com a missão de expor as artes tradicionais, valorizando as tradições e o património material e imaterial, a Escola de Artes e Ofícios de Ovar apresenta “Sopa de Pedra”, no próximo sábado, pelas 22 horas, um concerto de canto à capella, de vozes femininas, que vai envolver a comunidade para apresentar um espetáculo singular.

Sopa de Pedra surgiu, no Porto, em 2012, graças à inquietação de nove jovens, com diversos graus de estudos e experiências musicais e artísticas.
Desejando interpretar com rigor artístico a música tradicional portuguesa, procuram avivar-lhe a frescura por meio de novas harmonizações e arranjos polifónicos que exploram a sua complexidade, riqueza e profundidade e a inserem no contexto global da música do mundo atual. Aspiram assim que ela se mantenha viva e interessante para as novas gerações, ganhando vozes para continuar a desempenhar o seu importante papel na história coletiva de um povo.

Habituadas desde pequenas a cantar em conjunto no Bando dos Gambozinos, uma associação cultural portuense dedicada à Educação pela Arte, cresceram a cantar Lopes-Graça e em contacto com cantautores portugueses como José Mário Branco, João Lóio e Amélia Muge, cujas canções integram atualmente o repertório do grupo.
Embora o seu principal objetivo seja a divulgação e promoção da música tradicional portuguesa, também interpretam canções de raiz tradicional de outros povos. Une-as o gosto de cantar canções que falam sobre a vida das gentes, de muitos lugares e costumes, pondo a arte ao serviço da vida.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo