Empresas

Conheça a fábrica portuguesa que dá cartas (Visão)

A investigação tem sido o grande trunfo da Bosch para que Portugal conquiste negócio a outras fábricas do grupo espalhadas pelo mundo.

(…)Em Ovar, o engenheiro industrial Jónio Reis, responsável pela fábrica dos sistemas de vigilância, mostra como “têm sido capazes de atrair mais negócio, que antes estava na China, pelos índices de eficiência e produtividade apresentados”. Como foi o caso dos detectores de incêndio.

Com 330 trabalhadores, o centro de Investigação e Desenvolvimento saiu de Eindhoven para Ovar, “por ficar mais perto da mercadoria e dos fornecedores”, sobretudo plásticos e metais. “Um contentor a sair do porto de Leixões para Nova Iorque custa menos do que um camião a sair do México para o mesmo destino”, exemplifica.

Sendo este um negócio sazonal, dependente do sector de construção e obras públicas, forneceram já muitas empreitadas em África.

Ler mais aqui.

Artigos Relacionados

One Comment

  1. É VERDADE, SIM SENHORA. TEM DADO BASTANTES CARTAS DE DESPEDIMENTO! SE NÃO FOR ANTES, É AO FIM DE 2 ANOS. DIZ RANDSTAD DO LADO ESQUERDO, E DIZEM PARA LEVAR AO CENTRO DE EMPREGO! ULTIMAMENTE SÃO SÓ CARTAS DÁDAS………… PARABENS!

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo