Local

Conheça Rui Rocha, o novo comandante da “Base de Maceda”

Rui Rocha é, desde julho de 2021, comandante do Aeródromo Militar de Ovar, base aérea localizada em Maceda e designada oficialmente de Aeródromo de Manobra N.º 1.

Rui Rocha rendeu José Nogueira, que ocupava o cargo desde 11 de outubro de 2018, chegando a liderar o Gabinete de Crise criado em Ovar para fazer face ao Covid19.

O Tenente-Coronel Rui Jorge Veloso Rocha nasceu em Lisboa no ano de 1973, tendo ingressado na Força Aérea Portuguesa em outubro de 1992, com destino ao Curso de Oficiais em Regime de Contrato NAV 01/92, tendo obtido o Brevet Navegador em setembro de 1993.

Foi colocado na Esquadra 401 Cientistas onde desempenhou funções de navegador operacional, operador de fotografia aérea vertical na aeronave C212 e adjunto do Chefe da Secção de Reconhecimento e Fotografia Aérea.

Ingressou no quadro permanente da Força Aérea após frequentar a Escola Superior de Tecnologias Militares Aeronáuticas, da Academia da Força Aérea (AFA), no Curso “Coronel Jorge de Castilho” de 1997 a 2000.

Em 2000 regressou à Esquadra 401, para desempenhar funções na Secção de Vigilância Marítima, como Navegador/Operador de Vigilância Marítima, como Navegador/Operador de Vigilância Marítima Instrutor. Acumulou ainda as funções de Chefe da secção de informações e adjunto do Chefe de secção VIMAR. De destacar a sua participação na missão de VIMAR que detetou e acompanhou o incidente Prestige, durante este período. Neste âmbito, participou nas missões de localização e resgate das vítimas do colapso da ponte Hintze Ribeiro, em Castelo de Paiva.

Prestou ainda serviço, como adido, à Esquadra 502 desempenhando funções de instrutor na Esquadrilha de Instrução de Navegação e Pilotagem Plurimotores, onde ministrou instrução básica e avançada de navegação nas aeronaves C212 e FTB 337.

Em 2005 frequentou o curso de Controlador aéreo avançado onde adquiriu habilitações de Forward Air Controller (FAC).

Em 2006 iniciou funções, na Esq. 501- Bisontes, de Navegador Operacional e Navegador instrutor na aeronave C130H e Chefe da Secção de Informações e Guerra Eletrónica e onde participou em diversas missões em teatros de operações como a
Ex-Jugoslávia, Iraque e Chade e destacou, por quatro- períodos distintos, para a R.D. Congo e Afeganistão.

Frequentou o Curso de Promoção a Oficial Superior (CPOS) 2010/2011 no IESM, após o qual ingressou na Esquadra 502 – Elefantes, onde foi Chefe da Secção de Vigilância e Reconhecimento e Coordenador tático de vigilância e reconhecimento. Neste contexto, participou em diversas missões de Reconhecimento e Vigilância em ambiente marítimo e terrestre. Durante este período comandou três destacamentos internacionais, no âmbito da Agência Europeia FRONTEX.

Em setembro de 2012 foi nomeado Chefe do Centro de Formação de Navegadores da FAP e Navegador Instrutor/Verificador em C295M-SIFNAV, funções que exerceu até julho de 2013.

De julho de 2013 até setembro de 2015 exerceu funções de chefia do Rescue Coordination Centre (RCC) das Lajes e Chefe da Repartição de Operações no Comando da Zona Aérea dos Açores e, mais tarde, do Centro de Operações da BA4-Lajes, onde coordenou as missões de busca e salvamento (SAR) e operações de evacuação médica (MEDEVAC) na região de informação de voo (FIR) de Santa Maria.

Assumiu a chefia do Centro de Reconhecimento e Vigilância e Informações (CERVI), no Comando Aéreo, em setembro de 2015. Durante este período foi igualmente responsável pelas ações de ISR da Força Aérea (FA), assumindo as funções de representante da FA no Maritime Analisys Operations Center (MAOC), no North Atlantic Coast Guard Forum (NACG fórum), Centro Nacional de Conhecimento Marítimo (CNCM), Comissão Permanente das Pescas (CPP) e como oficial de ligação da FA com as Forças e Serviços de segurança.

Foi professor da AFA entre 2015 e 2021, unidade para a qual foi transferido em outubro de 2017.
Em setembro de 2017 assumiu funções de Chefe do Núcleo de Formação de Navegadores da FA e professor das cadeiras de Navegação e tendo, mais tarde, acumulado as funções de Comandante do Grupo de Alunos da AFA e, durante cerca de um semestre, as funções de Comandante do Corpo de Alunos, em suplência.

O Tenente-Coronel Rocha totaliza um total de 4.500 horas de voo de Navegador, Navegador Instrutor e Coordenador Táctico nas aeronaves C212-S100, C212-S300, EH101, FTB-337, C130H e C295M.

Participou ao longo da sua carreira em missões de Transporte Aéreo intra-teatro e inter-teatro, Operações Aéreas Especiais, Mobilidade Aérea, Busca e Salvamento, Evacuação Médica, Vigilância e Reconhecimento em contexto militar e, Vigilância e Reconhecimento em contexto de missões de interesse público no combate à pesca ilegal, combate à Poluição, controlo de tráfego marítimo, combate à imigração ilegal, combate ao contrabando, combate ao narcotráfico e combate ao terrorismo, entre outras.

É bacharel em Ciências Militares Aeronáuticas- ramo de Navegação pela AFA, graduado do Curso Básico de Comando e do Curso de Promoção a Oficial Superior.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo