Publicidade
Política

Conselho de Ministros reúne-se em Oliveira de Azeméis

O Conselho de Ministros reúne-se, esta quinta-feira, 4 de julho, a partir
das 10h00, na Escola Superior Aveiro Norte (ESAN). A ESAN, localizada em Oliveira de Azeméis, é uma das quatro unidades de ensino politécnico da Universidade de Aveiro (UA).

No final do Conselho de Ministros haverá um briefing que poderá ser acompanhado via streaming, em tempo real, através da conta de Twitter da República Portuguesa: https://twitter.com/govpt e/ou da conta do Youtube em https://www.youtube.com/@govpt .

A Escola Superior de Design, Gestão e Tecnologias da Produção Aveiro-Norte, habitualmente conhecida como Escola Superior Aveiro Norte (ESAN) desenvolve atividade nas áreas do design e desenvolvimento de produto, da organização industrial, das tecnologias e sistemas da produção e das tecnologias e
sistemas de informação e comunicação, quer através da sua oferta de ensino de nível superior quer através da sua oferta de ensino e formação pós-secundária de natureza técnica e profissionalizante.

publicidade

Ao longo do seu trajeto – foi criada a 8 de outubro de 2004, através do Decreto-Lei 217/2004 – tem havido um envolvimento e uma determinação grandes de muitos parceiros que constituem uma rede de unidades de
formação especializada, escreve o seu diretor na página de apresentação desta unidade.

Autarquias, Associações, Escolas, Centros Tecnológicos e de Formação e Empresas são exemplos de parceiros que estão a trabalhar com a ESAN desde a primeira hora, explicita ainda Martinho Oliveira.

As novas instalações, na Quinta do Comandante, inauguradas no ano letivo de 1014/2015, aliadas a um
moderno parque de equipamentos, dotaram esta Escola de condições físicas adequadas a um ensino e a
uma investigação aplicada de elevado potencial, afirma. “Esta Escola assume-se como um parceiro
estratégico das empresas, do tecido socioeconómico e da região do EDV”, assinala Martinho Oliveira.

Recorde-se que, apesar de prometido por Salvador Malheiro, em campanha eleitoral, Ovar ainda não acolheu nenhum pólo de ensino superior, nomeadamente, da UA, com o Município a justificar que o curso proposto não era superior.

Publicidade
Botão Voltar ao Topo