EmpresasSlider

Cordoaria domina “Encontro de Património Industrial”

[themoneytizer id=”16574-1″]

 

Numa organização da Câmara Municipal de Ovar decorre, esta sexta-feira, o “Encontro de Património Industrial”, destinado ao público em geral mas também a professores, alunos de graduação e pós-graduação, investigadores, profissionais nas áreas do património, cultura, artes e turismo e empresários.
A ancestral concentração de oficinas e fábricas no território ovarense, em regime artesanal e industrial, levou a Câmara Municipal de Ovar encetar, em 2014, um processo de estudo e levantamento da sua realidade, com a identificação e localização
das unidades de produção, bem como, a recolha de documentação, utensílios, maquinaria, produtos e testemunhos de empresários e operários, relativos às dinâmicas e processos de produção, possibilitando, assim, abrir um ciclo de 7 exposições sobre as artes e ofícios mais relevantes do Município, nomeadamente, em 2015, com a Cordoaria, em 2016, a Tanoaria e, em 2017, a Olaria.
O vereador Alexandre Rosas anuncia, desde já, que, “em 2019, será inaugurada a mostra sobre a indústria do papel”.
Tendo como destaque, neste primeiro encontro, a indústria da cordoaria em Ovar, propõe-se a apresentação de reflexões teóricas e metodológicas sobre as diversas problemáticas que hoje em dia se colocam nas intervenções no território nacional,
tendo em vista a regeneração, potencialização económica e salvaguarda do seu património industrial.
Isto para além de abordagens noutras áreas temáticas, como as do património, arquitetura, arqueologia, museologia, turismo industrial, criação e design de produtos, comunicação, etc.
No encontro participam Filipa Quatorze, coordenadora do Museu Vista Alegre e representante nacional do TICCIH – The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage, organismo consultor da UNESCO/ICOMOS para o património industrial, e Francisco Afonso, Director da NEW HAND LAB, Covilhã, Fernando José Barros Pacheco Seara de Sá, Vereador do Urbanismo, Centro Histórico e Vistorias Administrativas da Câmara Municipal de Guimarães, entre outros.
O programa inclui ainda visitas às oficinas e fábricas de cordoaria do concelho de
Ovar, nomeadamente, a Cordoaria Ramalho, em Esmoriz, João Violas, Filho e
SICOR – Sociedade Industrial de Cordoaria, S.A, em Cortegaça.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Leia também

Close