Empresas

DDL Argamassas aponta a mira à Europa e à África

Desenvolvida na Universidade de Aveiro (UA), a única argamassa pensada especificamente para reabilitação de edifícios antigos em Portugal prepara-se para conquistar o mercado europeu e africano pelas mãos da CIN.

Concebida por três jovens estudantes do Departamento de Engenharia Civil da academia de Aveiro, que recriaram tecnologias tradicionais em desuso com a proliferação do cimento, a argamassa não só é compatível com materiais de construção antigos como é durável, flexível e resistente. Dos laboratórios passou a ser agora comercializada pela CIN, que se deixou seduzir pelo inovador produto. As argamassas apontam a mira aos mercados angolanos, moçambicanos e de São Tomé e Príncipe mas também a outros sete países europeus.

Recorde-se que esta argamassa da UA, entretanto, já foi utilizada pela Câmara Municipal de Ovar na reabilitação de diversos edifícios antigos revestidos com azulejos históricos. (Ler in UA)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo