ComunicadosPolítica

Demissão de Pedro Coelho é sinal de uma Câmara sem rumo

[themoneytizer id=”16574-1″]

 

Tendo sido veiculado, na imprensa, na passada Quinta-Feira, 4 de Outubro, a notícia da demissão de Pedro Coelho das funções de Vereador da Câmara Municipal de Ovar, o Partido Socialista manifesta a sua preocupação com o futuro da gestão do nosso Município.
A ausência de explicações para o pedido de demissão – quer da parte do Vereador demissionário, quer, sobretudo, da parte do Presidente da Câmara Municipal – aliada à incógnita sobre quem o substituirá no importante Pelouro que assumia (Obras Municipais), indiciam que algo de grave se passará no seio da maioria do Executivo liderado por Salvador Malheiro.
Note-se que, dos 7 membros do Executivo Municipal eleitos pelo PSD, Pedro Coelho é o terceiro Vereador a pedir a sua substituição, no espaço de um ano de mandato. Além do mais, já no passado mês de Julho Salvador Malheiro foi obrigado a substituir a sua Chefe de Gabinete, Alice França – que se demitiu do cargo – sem que, também nessa altura, qualquer explicação tivesse sido prestada pela Câmara Municipal.
Não podemos ficar indiferentes ao facto de Pedro Coelho acumular, com as funções de Vereador a que agora renuncia, as de Presidente da Concelhia do PSD – sendo esta estrutura partidária a responsável pelo apoio ao Executivo Municipal e ao seu Presidente Salvador Malheiro. A confirmarem-se as notícias publicadas, que dão conta ter a demissão de Pedro Coelho sido motivada por divergências com o Presidente da Câmara Municipal, pode estar em causa o suporte político de Salvador Malheiro pelo seu próprio partido!
Não podemos igualmente ficar indiferentes ao facto de Ovar ter novamente sido notícia por más razões, nos órgãos de comunicação social nacionais, especialmente pelas suspeitas que orbitam em torno do Presidente da Câmara e do Vereador demissionário, no âmbito de investigação em curso pelo Ministério Público.

A Câmara Municipal de Ovar está sem rumo: Salvador Malheiro pouco tempo passa em Ovar, preferindo o protagonismo da sua ambição política nacional a cumprir com o mandato que a população lhe confiou; a equipa do PSD na Câmara Municipal desintegra-se; o Concelho está parado, sem investimento, sem manutenções básicas no espaço urbano, na rede viária, na conservação dos equipamentos municipais, sem estratégia para o Turismo, para a atracção de investimento, para a reabilitação urbana.
Pela inacção da Câmara Municipal, Ovar desperdiça a oportunidade de utilizar as suas potencialidades para se afirmar como polo de desenvolvimento na nossa região.
Os Munícipes de Ovar merecem o cabal esclarecimento do Presidente da Câmara Municipal às circunstâncias que motivaram a demissão do Vereador Pedro Coelho, às garantias da existência de condições políticas nesta Câmara Municipal e ao futuro dos Pelouros que estavam atribuídos ao Vereador ora demissionário.

Comunicado
Concelhia de Ovar do Partido Socialista

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo