DesportoFutebol

Depois de Crujeira e Bruninho, Tigas também diz adeus

É o fim de um ciclo para o futebol da AD Ovarense. Crujeira, Bruninho e Tigas despediram-se da equipa e dos adeptos.

A direcção alvi-negra dedicou-lhe palavras de agradecimento. De Crujeira disse ter gravado o seu nome no clube como “um guardião sem medo, que enfrenta os seus adversários, olhos nos olhos, e sem receio de mostrar de que raça um vareiro é feito”.

De Bruninho lembrou ser um “muro intransponível, que fazia tremer os adversários. Nunca esqueceremos os incríveis cortes que tanto nos fizeram tremer de emoção, por esses campos fora”.

Já Tigas, o avançado goleador das últimas épocas, lembrou os seis anos de Ovarense ao peito, “onde dei tudo dentro e fora de campo, à minha maneira e repito à minha maneira agradando uns desagradando outros, mas que nunca metam em causa o meu comprometimento com o clube durante este tempo”.

O jogador vareiro agradeceu a todos os jogadores com quem compartilhou o balneário, “muitos deles se transformaram em grandes amigos que levo para a vida”, agradecendo também a “todos os treinadores, equipas técnicas e ao Sr. Graça por tudo o que fizeram por mim e pelo grupo de trabalho”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo