LocalSlider
Últimas

Destino da baleia que encalhou na Ria ainda é incerto

Com a subida da maré, a equipa do Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CRAM)-Ecomare, que se encontrava junto da baleia, teve que abandonar o local por motivos de segurança. Enquanto ali esteve, os técnicos do centro garantem que “realizou todos os esforços possíveis para desencalhar o animal, que continuava a tentar arrojar”.

Na subida da maré está a esperança de salvamento do cetáceo que se espera consiga voltar a encontrar o seu caminho no regresso ao oceano. Só quando a maré voltar a baixar se poderá ter a certeza de que o cetáceo regressou a “casa”.

O CRAM tentou criar as condições que tornem o regresso mais acessível e vai continuar a monitorizar a situação, agradecendo a ajuda da Polícia Marítima de Aveiro e dos Bombeiros Voluntários da Murtosa nos trabalhos que decorreram durante esta tarde.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta