Opinião

Dizem-se acossados (Correio do Leitor)

Dizem estar a ser acossados pela sociedade onde se inserem, bem como ostracizados pelos meios de comunicação social que, afirmam, os têm posto de lado, calando-lhes, assim, a “voz do dono”, do qual dizem não ser o seu ídolo, mas defendem-no por todos os meios ao seu alcance.

Só lhes falta afirmar, mas vão-no fazendo, que a “criminosa operação de charme” que o euro-asiático Vladimir Putin sanguinariamente perpetrou através da invasão da vizinha Ucrânia, no passado dia 24/2, é culpa exclusiva do mundo ocidental, pois só a “Rádio Moscovo” é que fala verdade.

A desfaçatez é tanta que, em tudo que lhes dê visibilidade, apresentam-se desonestamente como defensores da Paz e contra TODAS as guerras, menos esta.

Alguns sectários, cegos de ódio, chegam a comparar o presidente da Ucrânia – Volodymyr Zelensky – a um qualquer ´tino de rans’, a um palhaço, ou a um saltimbanco de feira.

José Amaral
Gaia

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo