Política

Doze municípios já decretaram tolerância no Carnaval

O Governo não darà tolerância de ponto no Carnaval, mas para Ovar e mais 11 municípios onde esta festividade tem grande tradição a decisão está tomada.

Em Ovar e Torres Vedras, por exemplo, os trabalhadores camarários não trabalham nem segunda nem terça. O objectivo é que os trabalhadores possam usufruir e participar daquela que é uma “das maiores festas” das localidades. Em Ovar, Salvador Malheiro considera que a data “é absolutamente determinante para a economia local” e, assegurando os serviços mínimos, a Câmara Municipal de Ovar também dá a manhã de quarta-feira aos funcionários que desfilem nos grandes corsos.

Em Estarreja, Mealhada, Aveiro, Sesimbra, Sines, Braga, Matosinhos, Valongo, Vila Nova de Famalicão e Macedo de Cavaleiros também há tolerância, mas apenas na terça-feira, dia 17 de fevereiro.

Para o autarca de Estarreja “não é por dar ponto neste dia que se perde a produtividade do país”, além de que a festa “permite às pessoas libertarem-se e ficarem bem-dispostas e motivadas”. Já o autarca Rui Marqueiro da Mealhada refere que a decisão tem em vista “a economia local”.

Em Loulé, capital do Carnaval do Algarve, ainda não foi tomada nenhuma decisão, algo que deve acontecer nos próximos dias.

O Jornal de Notícias salienta que o assunto não é uma prioridade para o Governo que nos últimos três anos não dispensou os funcionários públicos nesta época.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta